/* PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力: ENTRANDO NA LINGUAGEM DA TEMPESTADE

PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力

LES PRIVILÉGES DE SISYPHE - SISYPHUS'PRIVILEGES - LOS PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO - 風想像力 CONTRA CONTRE AGAINST MODERNISM Gegen Modernität CONTRA LA MODERNITÁ E FALSO CAVIARE SAIAM DA AUTOESTRADA FLY WITH WHOMEVER YOU CAN SORTEZ DE LA QUEUE Contra Tudo : De la Musique Avant Toute Chose: le Retour de la Poèsie comme Seule Connaissance ou La Solitude Extréme du Dandy Ibérique - Ensaios de uma Altermodernidade すべてに対して

2008-01-03

ENTRANDO NA LINGUAGEM DA TEMPESTADE


a tempestade fez voar o meu telefone fixo. O vento entrou-me pelas frinchas todas ao mesmo tempo com a boca aberta: dizia lugre verde: tigre e uivava como nos poemas do século XIX, em que o poeta se abre cheio de pasmo para as manifestações da natureza.

Nós reduzimos tudo a fenómenos físicos, electromagnéticos, a explicações rassurantes. Mas quando o relâmpago cruzou a sala e os meus gatos ficaram transparentes senti que todas a gavetas se abriam um pouco, queriam guardar a voz e a luz do relâmpago.

Depois caíu granizo fazendo tinir o telhado como um sino. O céu à pedrada, como um puto, como um puma. O cérebro primitivo e o outro mais moderno no entanto gostam e precisam de estar em contacto directo com as forças da natureza. Um ser sem abertura a uma noite de vulcões voadores é um pobre ser.

cada vez sou mais animista. Um animista com párarraios? No fundo, como os poetas-shamans eu sou de facto um pára-raios: absorvo relâmpagos. Lavo-me com a luz da tempestade.


0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home