/* PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力: O TÚMULO 2

PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力

LES PRIVILÉGES DE SISYPHE - SISYPHUS'PRIVILEGES - LOS PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO - 風想像力 CONTRA CONTRE AGAINST MODERNISM Gegen Modernität CONTRA LA MODERNITÁ E FALSO CAVIARE SAIAM DA AUTOESTRADA FLY WITH WHOMEVER YOU CAN SORTEZ DE LA QUEUE Contra Tudo : De la Musique Avant Toute Chose: le Retour de la Poèsie comme Seule Connaissance ou La Solitude Extréme du Dandy Ibérique - Ensaios de uma Altermodernidade すべてに対して

2007-01-21

O TÚMULO 2



Curiosamente a Necrofilia, provavelmente uma paixão lusa maior, secreta e bem guardada tornou-se uma nova neofilia. Assim o venerável túmulo que repousava tranquilo, num sono hipnótico, algures em Coimbra onde tudo fica a dormir como capas negras durante séculos, agora passou a vedeta da actualidade.
A terrível pergunta: afinal que altura tinha D.Afonso? paira nas nossas mentes aterradas. Porque o estereotipo do nosso avô, o cliché fundamental que estrutura as nossas almas, é que o homem era um gigante, brandia uma Durindane colossal. Era um cíclope, um fundador, um homem perdido nas brumas do mito com um complexo de Édipo excelentemente resolvido. E agora por causa de um arqueólogo furão e de uma ministra indecisa, e de um governo incomodado parece que se fez um furinho no túmulo, ou pior, lascou-se com tecnologia um quadradinho da pedra e visionou-se o interior do túmulo sagrado. Portugal ficou em perigo. Os manes tumulares estremeceram. Exalou-se um bafo a ossos e cartilagens antiquíssimo, e agora a ministra nem f. nem sai de cima... do túmulo. E a nação abalada, classicamente divide-se em dois grupos: os absolutistas tumulares que nem em sonhos querem ver o túmulo aberto e os liberais tumulares que até agora se estavam nas tintas para o conteúdo do túmulo, mas que de repente num vórtex absorvente nem conseguem dormir pois a vida já não lhes é possível sem saber o que está lá dentro.

A pergunta ameaçadora paira, pior que um espectro nas brumas da memória. Era El-Rei afinal baixote? A espada era formatada no tamanho médio da época. Os ossos calcinados da mãe estavam num saquinho de terciopelo, barra dóuro, olhar carmin, preso à orelha mumificada? A aura que há-de vir, fulminante, no dia do Juízo Nacional, afinal estava inteira, ou adornava para a direita? E a bandeira pirata que se viu um dia em Guimarães na hoste afonsina em carga contra a pilantrada castelhana? E o zurze-papas com que D.Afonso fustigava emissários papais?

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home