/* PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力: IN MEMORIAM, il miglior fabro

PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力

LES PRIVILÉGES DE SISYPHE - SISYPHUS'PRIVILEGES - LOS PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO - 風想像力 CONTRA CONTRE AGAINST MODERNISM Gegen Modernität CONTRA LA MODERNITÁ E FALSO CAVIARE SAIAM DA AUTOESTRADA FLY WITH WHOMEVER YOU CAN SORTEZ DE LA QUEUE Contra Tudo : De la Musique Avant Toute Chose: le Retour de la Poèsie comme Seule Connaissance ou La Solitude Extréme du Dandy Ibérique - Ensaios de uma Altermodernidade すべてに対して

2009-08-03

IN MEMORIAM, il miglior fabro

Os poetas não morrem, evaporam-se.

Tive a sorte de conhecer o MS Lourenço antes da sua morte como Truta, e depois de ter emergido dessa fornalha de transformação. De modo que sei muito bem que no caixão que vai a cremar não vai nada. Ele tornou-se imperecível e agora andará onde quiser, bem recebido por Ovídio, Petronius Arbiter e a coorte singular dos Músicos de Vidro.

Pensador Oblíquo, ensinava o que fazer com o não pensamento nativo, a esquivar-se da capoeira de influências dogmáticas, e a redescobrir as fontes vivas da cultura clássica. Lógico, quis estabelecer "os limites da lógica." Ensinou claridade em tudo - o que lhe viria do seu gosto pela música e pela leitura em latim e grego dos filósofos da Antiguidade.

Tive o gosto de lhe apresentar o Mário Cesariny, com quem colaborou na feitura do livro "O Pássaro Paradípsico." Dessa apresentação veio a nascer o Bureau Surrealista de Lisboa.

São tantas as suas idionsincrasias, foi uma personalidade tão anómala na cena literária portuguesa que esta ainda não foi capaz de o absorver, nem sequer de o descobrir.

Dotado de uma curiosidade voraz - aquela que Ezra Pound, seu mestre, recomendava como qualidade essencial num ser humano, interessou-se por tudo como um Homem do Renascimento. Desde o Budismo da Escola Vajrayana, em que foi iniciado até Wittgenstein, de quem escreveu com a mesma contida inspiração que Sir Michael Dummett, seu professor em Oxford, desde S. Juan de la Cruz a Salomé, o seu interesse abarcou toda uma série díspar de personagens.

O título de um dos seus livros de poesia publicado pela Assírio e Alvim, a Arte Combinatória - aponta um dos métodos que este imenso espírito utilizou. No entanto, MS (era assim que os amigos o conheciam) escapa a definições, ele que sabia definir tão bem e que também ensinava a definir com toda a clareza.

A Portugal, que o ignorou nesciamente, não virou a outra face. Caústico, vitriólico, soube devolver farpas preciosas. Um homem de sentimento, que foi o menos sentimental dos portugueses apontou para a renovação da verdadeira aristocracia e da cultura clássica, em detrimento de qualquer utopia populista.

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home