/* PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力: ENTREVISTA MEDIÚNICA AO MÁRIO CESARINY

PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力

LES PRIVILÉGES DE SISYPHE - SISYPHUS'PRIVILEGES - LOS PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO - 風想像力 CONTRA CONTRE AGAINST MODERNISM Gegen Modernität CONTRA LA MODERNITÁ E FALSO CAVIARE SAIAM DA AUTOESTRADA FLY WITH WHOMEVER YOU CAN SORTEZ DE LA QUEUE Contra Tudo : De la Musique Avant Toute Chose: le Retour de la Poèsie comme Seule Connaissance ou La Solitude Extréme du Dandy Ibérique - Ensaios de uma Altermodernidade すべてに対して

2007-01-24

ENTREVISTA MEDIÚNICA AO MÁRIO CESARINY



Então Mário, como vão as coisas por aí?

MC - São iguais às de aí, sem tirar nem pôr. O Peixe-pingalim, o suicídio-para-rimbauds-da- mamã prendados, o Eléctrico da Cruz Quebrada, e claro a verdadeira Cruz Quebrada sem gajo pendurado, enfim, até por cá andam o Freitas Branco e o Lopes Desgraça. Quero sair daqui!

Mas e então essa história de voar sem fim e sem forma?

MC - Wishful thinking. O pior daqui é que o tabaco está tão mau como na rua Camilo Castelo Branco. Sempre se esperava outra nicotina no Além, mas não, está igualzinha, cheia de químicos.

Mas tens saudades do Buraco Luso?

MC - Intermitentes. Aqui também há uns urinóis formidáveis e vistas sobre Belém-la-Belle, com romenos loiros a descer de helicópteros.

E o teu marinheiro?

MC. Bene. Bene. Por cá anda, mas não me liga. Mas eu cá tinha uma ideia de o céu ser só marinheiros, mas afinal há por cá uns Grandes Almirantes. Castigam-nos mandando-nos para o céu.

E que tens a dizer a todos os teus novos amigos depois de morto?

MC- Pouaaaah. Fartei-me de rir ao ver o que o padre disse de mim. Mas olha, ainda trouxe cá para cima o apalpa-freiras e o afia-manguitos. he he he.

E aquela tua avó espanhola, que era linda de morrer, e em certos dias punha-se à varanda da
casa do seu pueblo, perto de Hervas, e ficava lá horas seguidas só porque vinha gente de milhas à roda só para a ver.

MC - Recebeu-me com beijocas. Agora está ainda mais linda que nunca e continua a aparecer à varanda. Aqui a malta, em querendo, vai para Arquétipo ou para Avatar.

Upa! Ouvi dizer que te iam fazer Avatar da Poesia Lusitana.

MC - Ah sim? Sempre a mesma m. Depois de morto é que nos vão ao cu!

E a Titânia?

MC - Paaaaaaatifaaaaaaaaaaa! Por cá anda de saia de roda, cuequinha de seda. Sempre muito cuidada com a roupa interior, tem três cordas de estender a roupa aqui no céu.

Tens visto o Al berto?

MC - anda a ensinar valsa às trutas e comprou um castelo lá em Jerusalém Celeste. (é o nome duns subúrbios chic daqui, frente ao mar) Mas embirrou com o Willam Blake, vê lá. Aqui ele tem uns olhos, uns olharrões que lançam fogo e não gosta nada de ver-se ao espelho nem de quem gosta de ver-se ao espelho.

Hmmmmmm. Quer dizer que os narcisistas não são muito bem vistos aí em cima...

MC - Já te disse que aqui não é "em cima". Também, não é "em baixo" nem "ao lado", nem "paralelo". E agora adiós, flor dos Castros, porque tenho um apointemment com o Blake, muito formal, com chá e torradas e vista sobre os campos magnólicos.

Só mais uma última pergunta :E pintas?

MS - pintar? era o que mais faltava. Aqui uma pessoa abre a mão e estala os dedos e tudo o que estava a pensar agora está à sua frente. Até chateia ver todos os desejos cumpridos no instante preciso em que acabam de ser formulados. Quando quis ver a Virgem Maria a dar uma sova no F.Pessoa , zás, lá estava a gaja a dar porrada no cu do Virgem.
Adeus. Adeus!


hasta la vista, cesarista!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home