/* PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力: OUVINDO DIZER QUE A MARIA JOÃO PIRES RENUNCIA À NACIONALIDADE PORTUGUESA

PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力

LES PRIVILÉGES DE SISYPHE - SISYPHUS'PRIVILEGES - LOS PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO - 風想像力 CONTRA CONTRE AGAINST MODERNISM Gegen Modernität CONTRA LA MODERNITÁ E FALSO CAVIARE SAIAM DA AUTOESTRADA FLY WITH WHOMEVER YOU CAN SORTEZ DE LA QUEUE Contra Tudo : De la Musique Avant Toute Chose: le Retour de la Poèsie comme Seule Connaissance ou La Solitude Extréme du Dandy Ibérique - Ensaios de uma Altermodernidade すべてに対して

2009-07-11

OUVINDO DIZER QUE A MARIA JOÃO PIRES RENUNCIA À NACIONALIDADE PORTUGUESA


Chego a uma cidade, dirigo-me à estação de comboios
e como num filme desapareço dentro de um quadro improvável
de magritte. A imprensa não me procura, a televisão
de mim não sabe, e o povo não me procura para rei
ou oráculo. O comboio continua a andar, e começa
a chegar a cidades diferentes. Faço birras com a comida
que servem no comboio. Vejo peixes estranhos
à janela da carruagem que seguem o comboio com olhos
imensos e nisteriosos. Depois há cidades-alga, cidades-pedra-
Sou desconhecido em todas elas. Fecho os olhos e decido:
Descerei numa cidade improvável como a poesia.
E assim faço. O primeiro que vejo são seres oblíquos.
E entro numa Praça chamada Praça da Transcendência.
Não era bem isto que eu queria. Onde fica o bar? A eternidade?

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home