/* PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力: TU LOU, POÈME D'AMOUR

PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力

LES PRIVILÉGES DE SISYPHE - SISYPHUS'PRIVILEGES - LOS PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO - 風想像力 CONTRA CONTRE AGAINST MODERNISM Gegen Modernität CONTRA LA MODERNITÁ E FALSO CAVIARE SAIAM DA AUTOESTRADA FLY WITH WHOMEVER YOU CAN SORTEZ DE LA QUEUE Contra Tudo : De la Musique Avant Toute Chose: le Retour de la Poèsie comme Seule Connaissance ou La Solitude Extréme du Dandy Ibérique - Ensaios de uma Altermodernidade すべてに対して

2010-02-20

TU LOU, POÈME D'AMOUR

enquanto o espírito de Deus e o poeta
num grande ajuste de contas
se estrangulam num beijo a mais e errado
Deus canta por poetas tortos
e inscreve asas em penedos tontos

então as canções de abril
(todas mázinhas, valha-nos Deus)
vão mais uma vez beber xanax
à fonte, à única,
à Fonte Luminosa

e a maria da fonte de seios à vista
ergue de novo a espada e desafia
os cabrões, porque é de
mamas à vela
que se navega

e tu dizes revolução, pois sim
pois sim, mas Deus que afinal toma
partido não tem espírito nenhum
e o poeta está em greve
de marianas azuis

então volta o anjo da azia
e a terra geme sob o peso da
gente demasiado pura
eu que tenho esta sina
enganar-me sempre de rua

vejo-te como Ofélia que de repente
começou a andar de pé
sobre os poemas elisabetinos
menos conseguidos
e tudo passa como a

Casa Havaneza e as saudades
de um século que passou sem deixar nada
a não ser sangue, palavras
e preservativos
mas hás de voltar tu que nunca voltarás

tu Lou, poème d'amour
em tempo de psiconudismo

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home