/* PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力: O LIDL de SINES

PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力

LES PRIVILÉGES DE SISYPHE - SISYPHUS'PRIVILEGES - LOS PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO - 風想像力 CONTRA CONTRE AGAINST MODERNISM Gegen Modernität CONTRA LA MODERNITÁ E FALSO CAVIARE SAIAM DA AUTOESTRADA FLY WITH WHOMEVER YOU CAN SORTEZ DE LA QUEUE Contra Tudo : De la Musique Avant Toute Chose: le Retour de la Poèsie comme Seule Connaissance ou La Solitude Extréme du Dandy Ibérique - Ensaios de uma Altermodernidade すべてに対して

2010-08-26

O LIDL de SINES


Se alguma coisa pudesse simbolizar o pesadelo concentracionário, a tendência laboratorial, a redução da comida a cápsulas abstractas, o Aviário Humano ou melhor dito o Aviário Umano, essa coisa-caso, essa coisa caco lógico e racional, essa escola do intestino. essa norma do Peido Milimetrizado, é sem dúvida um Supermercado.

Seremos recordadøs como os infelizes cósmicos que compravam - e pior ainda se deliciavam - com super-mercados.

No abjectíssimo e recente caso do Supermercado LIDL aberto em Sines no tempo dos Cérebros-Completamente-Buraco registemos com tinta forte vermutizada com o camelo da dúvida que este ínclito supermercadomerece o Prémio Abjeccionista do Ano. O neo-pesadelo alimentar não poderia estar melhor milimetrado.

O triunfo do Enlatado! O triunfo dos Vinhos de Marca sem marca! O Triunfo dos Vinhos Sem Marca de Marca. A expulsão definitiva do talho! As mãozinhas salubres do Vegetariano de Lata!

Eu acho que o Xanax se encarnou em supermercado, neste caso muito mais do que em todos os outros. E se alguém entrar neste supermercado e sair de lá a sorrir é porque é dos nossos, um Abjeccionista. Um Inactivista. Em geral, sai-se de lá com a lata amolgada do cerebelo a chocalhar. Com a glândula pineal a ser vista num acto sexual infame com uma rolha de garrafa. Com as cápsulas supra-renais vendidas ao arménio das gravatas.


Se alguém quiser a definição do amorfo rectilíneo, da solução racional, da funesta lógica gestora, da ocupação "racional" do espaço" vá lá ver as mais tristes paralelas do planeta.

Se estiver a programar a sua família de abortinhos com-lugar-na sociedade, vá lá, gaste lá, gaste-se lá. Deixe a cada vez a sua espinal medula estendida como tapetinho. Agaredeça ao rato do seu computador estas ideias. Lamba-se com ziliões de caixas. À saída dê o seu salto quântico em direcção à perpendicular da bisscetriz que é a sua Espozita.
Faça coisas tintas com ela. Leve-a ao estado de frango. Que bom. Adoro a vida moderna. Tintemos no desalcoolismo!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home