/* PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力: PRIMAVERA

PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力

LES PRIVILÉGES DE SISYPHE - SISYPHUS'PRIVILEGES - LOS PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO - 風想像力 CONTRA CONTRE AGAINST MODERNISM Gegen Modernität CONTRA LA MODERNITÁ E FALSO CAVIARE SAIAM DA AUTOESTRADA FLY WITH WHOMEVER YOU CAN SORTEZ DE LA QUEUE Contra Tudo : De la Musique Avant Toute Chose: le Retour de la Poèsie comme Seule Connaissance ou La Solitude Extréme du Dandy Ibérique - Ensaios de uma Altermodernidade すべてに対して

2008-10-08

PRIMAVERA

Não há para onde fugir
nenhum bunker nenhuma galáxia distante
mais tarde ou mais cedo uma pessoa
acabada baleada por um poema

e não é que as palavras perfurem as pessoas
é menos do que isso, mais reles, mais baixo,
mais cheio de lama e sangue

as balas a fingir das guerras
são brinquedos de falta de alma
mas as que os poemas disparam
tem os vernáculos venenos infernais
doçura morte primavera
o intangível das coisas fatais

por isso esteja-se nu ou couraçado
nada protege de um dia letal de poesia
não adianta adoptar o ar de "homem prático"
ou o disfarce ainda menor de "homem de ciência"

a poesia mata à hora certa dispara entre os olhos
e na nuca sempre com fogo e veneno
doçura frémito primavera

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home