/* PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力: CADERNOS DO PORCO ILUMINADO

PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力

LES PRIVILÉGES DE SISYPHE - SISYPHUS'PRIVILEGES - LOS PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO - 風想像力 CONTRA CONTRE AGAINST MODERNISM Gegen Modernität CONTRA LA MODERNITÁ E FALSO CAVIARE SAIAM DA AUTOESTRADA FLY WITH WHOMEVER YOU CAN SORTEZ DE LA QUEUE Contra Tudo : De la Musique Avant Toute Chose: le Retour de la Poèsie comme Seule Connaissance ou La Solitude Extréme du Dandy Ibérique - Ensaios de uma Altermodernidade すべてに対して

2007-10-21

CADERNOS DO PORCO ILUMINADO


RaTazanaz

e

RaTazanim


No fim da jornada europeia, o sr. Sócrates e o sr. Durão não cabiam em si de contentes. Ao sr. Sócrates saiu-lhe um muito vilão porreiro pá endereçado ao sr. Durão. A gravata azul às pintas de Durão córou com a vilania, mas habituada a engolir sapos de todas as cores, aceitou o porreiro, com abraço anexo. O sr. Durão e o sr. Sócrates devem ter sido dos únicos portugueses contentes com a conclusão do que se chamou Tratado de Lisboa, executada num sítio altamente degradado, o Parque ou o Pavilhão das Nações, parte integrante de um bairro alarmante, do mais duvidoso gosto neo-empreiteiral, chamado Parque da Expo.


O sr. Sócrates por uma vez na vida, disse a verdade: este é um momento muito importante das nossas carreiras, a dele e a do sr. Durão, entenda-se. Indeed! O sr. Sócrates ascendeu ao alto funcionariado europeu, o sr. Durão consolidou o lugar. A chanceler germânica com nome de anjo e de comboio eléctrico, Angela Merkel, lançou-lhes a sua benção gordinha número um.

Saúde-se, no entanto, o atarefado comissário da polícia, que de walkie talkie na mão, coordenava os helicóteros com o trajecto dos carros que vinham do aeroporto - tropa de batedores à frente com as sirenes ao máximo - para a zona da Expo, pela sua felicidade e justeza semântica. A cada chefe de governo chegado chamava-lhe "Entidade". Anda bem a ontologia policial:
Nem mais. É o que são, uns anónimos espectros ectoplásmicos (estou a dizer isto com esgares Haddock) conhecidos nos meios paranormais do espiritismo como "Entidades".

A televisão deu-nos os fatos (escuros, quase todos, excepto um ou outro em cinza claro) dos representantes da matrix, que vinham para nos ajudar a vender a alma ao nem sequer mefisto de serviço. Alma escura, fato escuro? O alto funcionariado europeu veste e penteia idêntico. É um pequeno exército, uniformizado, de "Entidades". O AFE: Alto Funcionariado Entidade. Quem dizia que a polícia não tinha génio criativo nem designações de uma justeza flaubertiana?

Seja como fôr, custa a crer (a mim e a meia dúzia de gentes, porque a maioria macdonaldizada come tudo e cala) que seja esta gente que tem o futuro da Europa nas mãos? Não custa. Eles são as mãos doutra gente mais alta, sem rosto. Os sopeiros de mais alevantadas Entidades, que gerem os destinos da Globalização.



0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home