/* PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力: HISTÓRIA AMARELA

PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力

LES PRIVILÉGES DE SISYPHE - SISYPHUS'PRIVILEGES - LOS PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO - 風想像力 CONTRA CONTRE AGAINST MODERNISM Gegen Modernität CONTRA LA MODERNITÁ E FALSO CAVIARE SAIAM DA AUTOESTRADA FLY WITH WHOMEVER YOU CAN SORTEZ DE LA QUEUE Contra Tudo : De la Musique Avant Toute Chose: le Retour de la Poèsie comme Seule Connaissance ou La Solitude Extréme du Dandy Ibérique - Ensaios de uma Altermodernidade すべてに対して

2008-03-16

HISTÓRIA AMARELA



Uma pulga estava cheia de cães e passava a vida a coçar-se e a tirá-los. Mas eram tantos que passou assim a vida inteira. Antes de morrer deu um último salto em direcção ao azul mas a vida engoliu-a sem reparar nela.

Por acaso o contador de histórias amarelas passava ali nesse preciso momento. Quando viu uma série de cães azuis a voar em direcção às estrelas ficou muito irritado. Aquela visão não estava mesmo nada nos seus planos. Achava que era perigosa e optimista. Olhou para baixo e viu a sua canela ossuda e também amarela. Era ali que ele escrevia todo o mal que via.

Mas os olhos nesse instante caíram-lhe ao chão. Uma moça gorda tinha-o empurrado distraídamente. Vinha a lamber um sorvete e com uma mansa brutalidade ia atropelando as pessoas porque era gulosa e distraída. Virou-se para trás e viu um homem com dois buracos no lugar dos olhos e disse:
Engraçado os bonecos que eles agora perdem nas ruas.

Agarrou o homem pela mão e arrastou-o pela rua. Do peito do homem não saía grande coisa: lesmas, sete tipos de vazio tibetano, um apara-lápis em mau estado, os pensamentos do Sr. Vespa. Mas das canelas saía um rasto enorme que ia cobrindo o mundo a pouco e pouco.

Ela virou-se para trás e disse: e
ngraçado como as cidades hoje em dia desaparecem sem ninguém dar por nada. Mal acabara de dizer isto foi engolida pelo último espasmo da pulga.

Desenho de Frederico Fellini

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home