/* PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力

PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力

LES PRIVILÉGES DE SISYPHE - SISYPHUS'PRIVILEGES - LOS PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO - 風想像力 CONTRA CONTRE AGAINST MODERNISM Gegen Modernität CONTRA LA MODERNITÁ E FALSO CAVIARE SAIAM DA AUTOESTRADA FLY WITH WHOMEVER YOU CAN SORTEZ DE LA QUEUE Contra Tudo : De la Musique Avant Toute Chose: le Retour de la Poèsie comme Seule Connaissance ou La Solitude Extréme du Dandy Ibérique - Ensaios de uma Altermodernidade すべてに対して

2008-09-07


que os deuses nos livrem de sermos um escritor famoso, com groupies a beberem cada frase, e locutores ou escrevinhadores ratés a puxarem-nos o lustre ao bigode, quer em Caixa Alta ou Rodapé. Ou de ser célebre porque aparecemos em S.Paulo, essa villa imensa em altura, que cabe dentro de uma ervilha literária.
Nada mais funesto do que ter um prémio, do que ser um escritor premiado. Via mais rápida para o estado bibelot e traça velha, com decote na asa. Ou forma de cadaverização em vida. Mas deixemos os Excelentíssimos Cadáveres nas suas molduras, a receber beijos de bronze de Presidentes e outros senilossaúrios com gota, saliva a mais na gosma e traqueia artrítica. Outra coisa nos preocupa.
O Estado do Nevoeiro, por exemplo. Queremos lá saber da humanidade, de Ferreira de Castro ou das preocupações sociais do Saramago. A única Crise da metafísica é para começar alguém ter inventado essa palavra. O problema do filósofo grego foi não ter gelo à altura da sua cicuta, de resto estava Faisable, razoavelmente faisandée, sabia vagamente a Resina e a uma tarde alegre com gimnosofistas bem bebidos, já com um pé na dança, em vez de com um pé no Testamento, Antigo ou Novo.
Seja como for revejamos os diversos Grandes Catatuas literários do momento:
O Grande Crocodilo Papa Prémios
O Grande Crocodilo Já com a Pata no Caixão
O Grande Crocodilo Eu Nunca Dou Entrevistas a Cifúlios nem a Obíneos
A Grande Crocodila da Grécia Eterna Revisitada no Algarve Cerúleo
O Grande Crocodilo Homoatleta do Nuorte
e o Grande Crocodilo Homoatelta do Sul ambos enfiteutas de André Gide ou André Guido, homem de barbas e post-careca

A nós que inventámos o Nevoeiro Lógico matemático preocupa-nos a Treva Luminosa da Manhã

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home