/* PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力

PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO 反对 一 切 現代性に対して - 風想像力

LES PRIVILÉGES DE SISYPHE - SISYPHUS'PRIVILEGES - LOS PRIVILÉGIOS DE SÍSIFO - 風想像力 CONTRA CONTRE AGAINST MODERNISM Gegen Modernität CONTRA LA MODERNITÁ E FALSO CAVIARE SAIAM DA AUTOESTRADA FLY WITH WHOMEVER YOU CAN SORTEZ DE LA QUEUE Contra Tudo : De la Musique Avant Toute Chose: le Retour de la Poèsie comme Seule Connaissance ou La Solitude Extréme du Dandy Ibérique - Ensaios de uma Altermodernidade すべてに対して

2009-02-14


podia estar a escrever-te do fim do mundo ou do fim do império ou do fim de um país. Mas não só escrevo sem finalidade como me sinto colectivamente só. as casas desabaram aos poucos, os cães fugiram aos uivos. As princesas martirizadas pelas luas mercenárias foram ter à praia. Esta estava podre. Podre. cheia de lobos marinhos mortos. Elas estenderam as mãos às vãs marés. Cada onda negra cheia de olhos ferozes. Os olhos de tudo o que deixámos de ver.

os índios parrikens desta vez vestidos de calças às listas estavam num lado da praia. Onde os seus mantos sumptuosos de peles? Na era das calças falsas para toda a gente, dos jeans anoréxicos e puritanos a praia cheirava ao podre dos produtos de higiene. Mais cães avançavam com os dentes recortados e afiados pelas falésias. Não vimos nada nestes anos todos? Não vimos a agonia da sombra dos carvalhos?

os cruéis semáforos da era da monotonia e dos controles de tudo estavam na praia também. A educada repressão. O polícia com sapatos de cetim.

Da série Biografias à Faca

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home